Historial

Logotipo Cercipeniche

A Cercipeniche é uma Cooperativa de Solidariedade Social, com sede em Peniche, cuja criação foi o culminar de um processo que envolveu familiares de crianças com deficiência intelectual, profissionais de diversas áreas e autarcas, na procura de uma resposta local para um grupo de crianças, para os quais o Sistema Educativo não tinha, na altura, qualquer resposta.
Atualmente dispõe de uma multiplicidade de serviços e trabalha, de uma forma aberta, com diferentes grupos sociais, continuando, no entanto, a priorizar as pessoas com deficiência e/ou problemas de adaptação e inclusão social.

1977 –A Cercipeniche  é criada por escritura pública a 12 de outubro e sediada num edifício pertencente à Câmara Municipal de Peniche, inicialmente pensado para o funcionamento de uma cantina escolar. Ali viria a funcionar mais tarde a Escola de Educação Especial, posteriormente designada de Serviço Educacional, até à sua extinção que ocorreu em 2011.    
1988 – Entrada em funcionamento do Centro de Reabilitação Profissional de Peniche, um edifício construído de raiz para o desenvolvimento de atividades de preparação pré-profissional, na altura já adaptado para o desenvolvimento de ações de formação profissional para pessoas com deficiência.    
1992 – Foi criada, num apartamento cedido pela Autarquia, a Unidade Residencial de Apoio de apoio a jovens integrados em ações de formação profissional, com capacidade para seis residentes. Este serviço foi extinto em 2015, e os clientes foram integrados no Lar Residencial Porto de Abrigo.    
1996 – É criada uma UNIVA, Unidade de Inserção na Vida Ativa, através de um Protocolo de Cooperação celebrado com o Centro de Emprego de Caldas da Rainha, percursora dos atuais Centros de Recursos. Este serviço foi extinto em 2009.    
1997 – Criação de um enclave de prestação de serviços nos domínios da jardinagem, manutenção e limpeza, denominado Beija-Flor, e que possibilitou a contratação de nove pessoas com deficiência. Atualmente a medida de apoio designa-se Emprego Apoiado em Mercado Aberto.    
1998 – Entrada em funcionamento do Centro de Atividades Ocupacionais CERISC – Centro de Recursos para a Inserção Social e Comunitária, fruto de um Acordo de Cooperação com o Instituto de Segurança Social. Esta resposta, enquanto se aguardava pela construção de edifício próprio, esteve instalado no Serviço Educacional e no Centro de Reabilitação Profissional de Peniche.    
1999 – A Cercipeniche assumiu-se como cofundadora de uma cooperativa de solidariedade social, a Acompanha, cujo objetivo é a prestação de serviços de apoio domiciliário a idosos e pessoas dependentes. Foi estabelecida uma parceria de partilha de serviços que ainda hoje se mantém.    
2001 – A Cercipeniche é entidade formadora acreditada desde 2001. Neste âmbito, já promoveu de Cursos de Educação e Formação de Adultos, Cursos de Educação e Formação de Jovens, Formação para a Inclusão e Formações Modulares Certificadas.    
2004 - Entrada em funcionamento do "RUMO AOS SABERES", Centro de Reconhecimento, Validação e Certificação de Competências (CRVCC), que posteriormente viria a chamar-se Centro Novas Oportunidades. Este serviço foi extinto em 2012.    
2004 - A Cercipeniche recebe o Título de Membro Honorário da Ordem de Instrução Pública, atribuída pelo Grão Mestre das Ordens Honoríficas Portuguesas, o então Presidente da República, Jorge Sampaio, como reconhecimento pelo trabalho desenvolvido nos domínios da educação e formação.    
2005 – Entrou em funcionamento o NIAI - Núcleo de Informação e Apoio Imigrante, que foi reconhecido em 2007 como uma boa prática de acolhimento e integração de imigrantes em Portugal, pelo Alto Comissariado para a Imigração e Diálogo Intercultural. Este serviço foi extinto em 2009.    
2008 – Entrou em funcionamento o Centro de Recursos para a Inclusão, um serviço especializado, acreditado pelo Ministério da Educação, que apoia e potencia a capacidade da escola na promoção do sucesso educativo de todos os alunos.    
2008 – A Cercipeniche é acreditada como Centro de Recursos do Instituto do Emprego e Formação Profissional, para os Centros de Emprego de Caldas da Rainha e Torres Vedras.    
2008 – Inauguração do Moinho da Fialha, depois de um processo de reconstrução na traça original financiado pela Enernova. O Moinho foi cedido pela Autarquia à Cercipeniche em regime de comodato e por um período de 25 anos.    
2013 – Após um processo de remodelação das instalações do já extinto Serviço Educacional, entrou em funcionamento o Centro de Atividades Ocupacionais CERIN – Centro de Respostas Integradas, fruto de um acordo de cooperação com o Instituto de Segurança Social, e que permitiu aumentar a nossa capacidade de reposta ocupacional.    
2015 – É criado o Serviço de Intervenção Terapêutica, que disponibiliza à comunidade, apoios terapêuticos especializados nas seguintes áreas de intervenção: Psicologia, Terapia da Fala, Fisioterapia, Terapia Ocupacional, Psicomotricidade, entre outras.    
2015 – Inauguração do Lar Residencial Porto de Abrigo, localizado na Praia da Consolação.    
2018 – Com o objetivo de melhorar as condições de transporte, foi adquirido um novo autocarro, com maior lotação e conforto.    
2019 – Entrou em funcionamento a resposta social Intervenção Precoce na Infância.

 

© Cercipeniche. Todos os direitos reservados.